OUTRAS OPINIÕES

Pesquisa O Crente e o Sexo
:

"Não é de hoje que precisamos saber com mais precisão acerca de quem somos, do que pensamos e do que fazemos como igreja evangélica brasileira. Uma pesquisa feita de forma profissional sobre a sexualidade dos evangélicos nos dá um retrato mais fiel daquilo que de fato nosso grupo é, pensa e faz nessa área, e nos ajuda a visualizar de uma forma mais precisa ações que gerem transformações profundas e genuínas.
Marcos Simas
Editor
Revista Cristianismo Hoje

"Visto que a relação conjugal do casal é a criação e ordenação de Deus e que tem a Sua plena benção quando é regulada pela Palavra, as relações conjugais são parte importante da santa vida do casal cristão. Os deveres e alegrias deste aspecto da vida conjugal precisam fazer parte do ensino da igreja, seja do púlpito, em aula ou em casa. A pesquisa apresentada neste documento revela saúde em alguns aspectos, mas também, espaço considerável para melhoramento. Como pastor, quero meditar nas questões apuradas, em oração e com Bíblia aberta, procurando, junto com meus colegas, a orientação de Deus para que possamos servir melhor o rebanho por meio do pleno conselho de Deus. Famílias saudáveis glorificam a Deus e promovem a sua agenda no mundo.
Arcebispo Willian Mikler
Christian Communion International
Líder do Apostolado para as Nações,
programa de missões de evangelismo
e ensino presente em 40 nações
Reitor da Abadia St. John's

"Considero a pesquisa extremamente relevante porque ela fornece dados mais precisos sobre o comportamento dos evangélicos na área da sexualidade. Será, sem dúvida, uma excelente ferramenta não só para os pastores no trato com as suas ovelhas, mas também para aquelas pessoas especializadas na orientação de casais. Não me lembro de outra pesquisa do gênero entre os evangélicos de maneira que se queremos contribuir para uma sexualidade saudável entre os "da fé", esses dados não podem ser desprezados.
Geremias do Couto
Jornalista, escritor e conferencista
My Hope Project da Associação Evangelística Billy Graham.
Assembléia de Deus

"Quando pessoas de nível se empenham em trazer ao povo evangélico um assunto que, infelizmente, ainda é visto como tabu pelos mais conservadores e, por outro lado, banalizado pelos liberais, tem: minha atenção e minhas congratulações. Afinal, assuntos como SEXO, podem LIBERTAR PESSOAS dos espectros religiosos de fanatismos, dar um "upgrade" nos casamentos falidos escondidos atrás da mascara da fé e trazer qualidade de vida e felicidade aos crentes fervorosos!
Pr. Marco Feliciano
Presidente do Ministério Tempo de Avivamento
Presidente da AD Catedral do Avivamento
Deputado Federal PSC-SP

"Houve um tempo em que as coisas eram significativamente diferentes, Eu ainda pastoriei neste tempo. [...] e, naquele tempo, até se encontravam coisas que combinavam com a qualificação encontrada na pesquisa, mas não com a quantificação. O que de fato houve foi uma subversão de conteúdo do Evangelho. De maneira que não é uma questão do muro da igreja ter caído ou de mistura (da igreja com o mundo). [...] O Evangelho pregado é que foi ficando rarefeito, foi desaparecendo e de trinta anos para cá, em especial nos últimos vinte anos, o processo se acelerou e o caráter do Evangelho foi totalmente deformado, quando chegaram estas teologias da mágica. [...] Há quanto tempo não se houve mais na TV uma pregação sobre o significado da Cruz de Cristo? E sobre o arrependimento, metanoia? Sobre frutos dignos de arrependimento? [...] O carisma foi trocado pelo caráter. (*)
Caio Fábio
Pastor e escritor
Do Caminho da Graça
(*) Em seu programa Papo de Graça,
respondendo a pergunta de Danilo Fernandes

"De fato espanta o elevado número de cristãos que dizem ter feito sexo antes do casamento quando sabidamente a Igreja e mesmo grupos ligados à saúde defendem a abstinência. Mas devemos festejar os 49,93%, que fazem valer os princípios bíblicos e seguramente colhem frutos por isso."
Magno Paganelli
Pastor, escritor, editor
Arte Editorial

"O fato que permeia a pesquisa é que a maneira como os evangélicos encaram o sexo antes no casamento está mudando.
Johnny T. Bernardo
Apologista, escritor
INPR Brasil - Instituto de Pesquisas Religiosas

"Os resultados da pesquisa mostram a distância abismal entre o discurso e a prática do evangelicalismo brasileiro. Vivemos uma 'fé' infoxicada, ou seja, é intoxicada pelo excesso de informação. Temos muita informação, mas pouco conhecimento que leve transformação à vida prática. 'O rei está nu.
Alan Brizotti
Pastor, teólogo, conferencista
Assembléia de Deus

"Se a base do casamento sólido não é CRISTO, é o que? SEXO? Deus fez o sexo pra nos alegrarmos, mas daí a se tornar base...
Willy Bretas Galgoul
Editor Ichtus Editorial
Coisas de Crente

"Prega-se algo que não se vive. Por trás de uma fachada puritana se esconde todo tipo de permissividade, e até mesmo perversão.
Bispo Hermes Fernandes
Escritor, compositor, teólogo
Líder da Reina

"Na sociedade contemporânea, talvez pela grande influência da mídia, o sexo entre os casais tem assumido matizes bem diferentes do início do século XX. Para mais de 55% dos entrevistados, desde que ambos concordem, na "cama vale tudo", ou seja, o que depreende-se daí é que práticas tradicionalmente "problemáticas", como os sexos oral e anal, hoje já não são mais tabu para estes evangélicos.
Carlos Moreira
Pastor, escritor, teólogo
Editor assistente do Genizah

"Nos números mostrados, mais da metade - 56,4% - crê que vale tudo na cama, desde que aprovados pelo casal (até brinquedinhos e, quem sabe, lógico, os comprimidinhos com os quais, não existe cristão fraco ou sem apetite). Mesmo que, por conta da ala neo-pentecostal venham padecendo do mesmo mal que atingiu o ramo Católico-Romano, onde um clero (os profissionais da religião e aparentemente inimigos do prazer da criatura) vez por outra manifeste-se tentando legislar para muito além das fronteiras que lhe diz respeito, ditando o que podem ou não os casais no âmbito das suas intimidades.
Rubinho Pirola
Pastor reformado, cartunista
e grato pelo dom do sexo.

 

 


O Projeto O Crente e o Sexo é a mais ampla pesquisa de opinião sobre a sexualidade da população evangélica. O módulo “Casados” já está disponível para consulta. Em breve, “Jovens” e consolidado. Conheça!